«

»

Feb
10
2012

Como utilizar suas milhas de forma correta para garantir passagens aéreas “de graça”

Muitos consumidores mudaram hábitos de consumo com intuito de adquirir e acumular milhagens aéreas a serem convertidas em passagens. Sabemos que este interessante “marketing” divulgado pelas companhias omite que estas milhas “de graça” já foram quitadas pelo próprio passageiro ao adquirir determinado produto e serviço.

O conceituado Instituto de Defesa doConsumidor (IDEC) divulgou algumas dicas, para que aqueles consumidores, que almejam adquirir milhas, possam revertê-las em passagens aéreas:

- É necessário, primeiro, entender os programas que são baseados na fidelização entre o clientee a companhia aérea. Para acumular as milhagens, o passageiro precisa realizar a compra de passagens aéreas ou serviços oferecidos pela companhia. Há ainda programas de empresas em que o consumidor acumula pontos pelo uso do cartão decrédito e outros serviços, como hospedagem em hotéis ou compras em lojas virtuais.

- Após acumular uma determinada quantidade de pontos, cada empresa tem um limite mínimo para que as milhas comecem a ser utilizadas e o consumidor possa resgatar o seu benefício. Essas milhas podem ser utilizadas para cobrir o valor integral ou parcial do bilhete.

- É muito importante ler, com cautela, o contrato de adesão antes de ingressar no programa. Fique atento, principalmente, às condições para utilização das milhas; se podem ser usadas para viagens em feriados ou finais de semana, assim como sua validade.

- Concentre todos os seus pontos em um único programa de uma única companhia. Neste caso fica mais fácil o controle das milhas, assim como se consome um espaço de tempo menor para alcançar a quantidade de pontos necessária ao resgate dos benefícios.

- Filie-se em programas de empresas que trabalhem com os destinos que você gostaria de viajar.
- Confira, com frequência, o extrato das milhas, a fim de verificar quando elas expirarão; até quando podem ser utilizadas. Esta conferência também ajuda o consumidor a verificar se as milhas foram creditadas ou descontadas corretamente.
- Marque com antecedência a viagem e prefira utilizar as milhas em trajetos mais longos que são, na maioria das vezes, mais caros. Busque também emitir as passagens com antecedência e checar se o uso das milhas é permitido no destino desejado.
Fonte: http://viajandodireito.com.br/noticias/como-utilizar-suas-milhas-de-forma-correta-para-garantir-passagens-aereas-de-graca/